Artigos

10 Etapas para um melhor treino profissional

Publicado em Artigos.

Porque o treino que realmente aperfeiçoa comportamentos requer tempo e esforço sistemáticos e, um orçamento elaborado para obter as mais lucrativas compensações.

Para ver a versão de impressão, Clique aqui.

Em média e segundo os especialistas na matéria, as organizações despendem um dia de treino profissional por pessoa por ano. Estranho? Sim, especialmente considerando as muitas exigências profissionais da atualidade, nomeadamente:

•A mudança radical que a internet tem introduzido na forma de fazer negócio;
•O novo panorama competitivo que a globalização tem criado;
•O estilo dominante de negociar que passou da venda de produtos para a venda de soluções.

Estas e outras mudanças profundas levariam a pensar que as organizações estariam dispostas a investir tempo e dinheiro no aperfeiçoamento dos seus colaboradores para assegurarem o sucesso.

Ouvida a opinião de especialistas sobre a melhor forma de avaliar a dimensão de um orçamento de treino, para ao invés de um custo opcional ser considerado como o melhor investimento que a organização pode fazer, concluiu-se da conveniência de adotar um processo de 10 etapas para ajudar a obter o dinheiro, necessário ao plano de treino profissional que se pretende implementar.

1ª Etapa: Determine ou reavalie a estratégia para o ano que irá iniciar
O seu domínio do negócio e o seu posicionamento e dos seus colaboradores para o sucesso dependem da capacidade de se centrarem nas metas da sua organização e relacioná-las com as necessidades de desenvolvimento das pessoas.

2ª Etapa: Determine ou reavalie eventuais insuficiências dos seus colaboradores
Para evitar que o orçamento de treino seja desperdiçado é necessário assegurar que são treinadas as pessoas certas com as competências certas.

3ª Etapa: Elabore ou reveja o seu orçamento de treino
É necessário assegurar satisfação e avaliação comportamental para determinar o nível de alinhamento estratégico, eficácia e impacto do treino.

4ª Etapa: Estabeleça métricas estratégicas apropriadas
Em vez de escolher um número arbitrário para o seu orçamento de treino, comece pelo fim e depois encontre a melhor alternativa.

5ª Etapa: Estabeleça métricas tácitas apropriadas
Ao relacionar as suas necessidades de treino com os objetivos de negócio da sua organização fica em melhores condições de fixar os parâmetros para medir o seu sucesso.

6ª Etapa: Crie ou reconsidere avaliações rigorosas do treino
Os participantes em sessões de treino profissional são muito semelhantes às crianças perante um buffet; a investigação em todo o mundo mostra que têm tendência para escolher o que acham bom para eles.

7ª Etapa: Cultive o envolvimento da gestão de topo
Se não houver envolvimento da gestão de topo, é impossível assegurar que qualquer plano de treino alcance completamente o objetivo para que foi concebido. Sem isso não há resultados. Sem resultados, um orçamento de treino é um custo opcional.

8ª Etapa: Treine as chefias, em primeiro lugar
Coaching é, cada vez mais uma atividade muito importante da chefia para assegurar a eficácia dos seus colaboradores e para o fazer, a chefia tem que estar prévia e adequadamente preparada.

9ª Etapa: Avalie, Avalie, Avalie
Se não souber, objetivamente, como estão as pessoas a viver a mudança, nunca conseguirá saber realmente se o treino funcionou.

10ª Etapa: Faça do treino um processo contínuo
A experiência mostra que as organizações líderes de mercado já adotaram o treino como um processo constante em vez de um conjunto de ações desgarradas e esporádicas.

Porque o treino que realmente aperfeiçoa comportamentos requer tempo e esforço sistemáticos e, um orçamento elaborado para obter as mais lucrativas compensações.

 

Morada

  • Praça de Azurite, 380-B
    Parque São Domingos
    2785-812 São Domingos de Rana

Newsletters

 
Siga-nos no Facebook

Representamos